segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

CR History: Atlanta 1974





Meus amigos leitores de todo o mundo, vocês sabem que a CR existe apenas desde 2006 (na internet desde 2011), mas isso não quer dizer nada. Que tal abrirmos nossas mentes e imaginar como seria se a CR existisse há muito, muito tempo?


O CR Atlanta foi no século XX um dos sedans de maior sucesso da CR no Brasil. Quando foi lançado ouve um pouco de rejeição pelo fato de ser uma marca desconhecida no Brasil, mas o tempo passou e o sedan se consagrou, fazendo enorme sucesso.

Sua primeira geração chegou em 1974 no Brasil, sendo muito inovador, apesar de seu visual retrô-arredondado e pintura em dois tons. Concorrendo com os grandes Opala e Galaxie, O Atlanta foi o carro mais caro da CR por muito tempo. Mais concorrentes foram chegando tais como os Passats, Del Reys e importados, além da renovação do opala em 1977.

Então no ano de 1979 a CR apresentada o Atlanta reestilizado, que ganhava nova frente, para-choques, molduras laterais, nova pintura, mantendo sua modernidade. No mesmo ano essa geração chegava aos EUA, onde teve grande aceitamento do publico e boas vendas.

No ano de 1984 a CR fazia mais uma mudança no Atlanta, para manter as boas vendas. Externamente o sedan ganhava nova frente e traseira, novos retrovisores e o teto forrado em vinil, fazendo uma espécie de pintura "saia e Blusa". Internamente ganhava um novo painel, saídas de ar condicionado para os passageiros de trás, além de encostos de cabeça e braço traseiros.


No ano de 1986 chegava outra mudança, e dessa vez o Atlanta buscava o Luxo. Ficava claro se seu foco era o Opala Diplomata.  O teto forrado em vinil continuava, e agora o sedan trazia para-choques dianteiros e traseiros mais envolventes, nova traseira, mais alta, e mimos como retrovisores elétricos, bancos traseiros com regulagem de inclinação e porta copos. Ainda havia uma versão para quatro lugares, que trazia na traseira um frigobar e climatizador individual traseiro. A versão foi um sucesso, mas saiu de linha em 1990 para a chegada se sua nova geração, que foi grande concorrente do GM Omega. 

6 comentários:

  1. Mais uma história Bacana, continue assim que tá legal....

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado... ainda tem muito sobre o CR History! Não perca!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que deveria fazer isso também! As Grandes marca fictícias contam sua história, vou contar também

      Excluir
    2. Mas vou fazer só os três primeiros carros da minha marca

      Excluir
  3. faça também. A série da CR vai contar a história de muitos carros e suas gerações, desde os compactos aos luxuosos e até os conceitos da época. Pretendo estender essa série por todo o primeiro semestre, contando a história detalhadamente.

    ResponderExcluir

comentarios ofensivos serão removidos