segunda-feira, 4 de abril de 2011

Ponto ao extremo: URANY - part 2

Continuando viagem...

hoje, no dia 4 de abril, acordamos bem cedo, cerca de 07:00 horas da manhã, e continuamos viagem depois de um bom café da manhã, seguimos. O tempo fechou , nuvens escuras nos rodeam, começamos a passar por barros mais fundos, o carro começou a sujar mais, porém por enquanto ainda não atolamos, apenas algumas bolotas de barro na frente, bastante barro grudado no para-choques dianteiro, e um pouco na lateral, o nosso amigo Eduardo começa a ficar com um pouco de medo, ha há, mas por enquanto nada de mais, os frisos cromados nem estão cobertos por lama...


de uma hora para a outra já começa a chover, o que já era esperado, uma chuva muito forte, onde dá até relâmpagos, então diminuímos o ritmo de velocidade e ficamos mais tentos com ladeiras, pelo o menos a tração integral nos ajudou bastante. Agora sim, o carro começa a sujar mais, pneus cheios de lama, lateral respingada de lama, quase qque atolou, na hor do almoço não deu para parar, então comemos somente biscoitinhos dentro do carro. Mais uma vez o Eduardo fica com medo do carro deslizarnas ladeiras, mas nada aconteceu. No caminho encontramos com um dono de um Agile preto (e marrom, rsrsrsrs) atolado, e perguntamos: o que faz aqui com um carro desses? então ele respondeu que visitava a fazenda dos pais e estava voltando nesse domingo.O agile engatou uma corda no Urany, e ele puxou, na primeira acelerada mais forte os pneus rodavam um pouco mais que o normal e o carro não saia do lugar, mas sem preconceito, Ah, era mulher que estava no volante, então o Eduardo foi pro volante e tirou o Agile e o Urany.
 A chuva deu trégua, quanto a lama não, e assim encontramos um atoleiro, nessa horatiramos a foto, antes de entrar no atoleiro, com o carro já bastante sujo. Nesse trcho foi o primeiro atolamento do Urany, num atoleiro.O Urany atolou pois era muito grande a quantidade de barro que havia nos pneus, assim como no fundo do carro, e tambem o barro chegou até os para-choques, duvido de um eco escport passar nesse mesmo lugar com barro. na segunda tentativa de passarmos deu certo, e tambem pegamos mais velocidade, pouis na anterior o eduardo estava com medo, e foi bem devagar. Passando por esse atoleiro, paramos para o almoço, cerca de 16:30 da tarde, onde também encerramos a parte 2 dessa matéria.  Acompanha o blog CR diariamente e confira mais amanhã, a trajetória de nossa aventura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentarios ofensivos serão removidos